Blixtrombil Malifluous

logo do blog

Certificados de Aforro? Sabe como subscrever!​

Com o pesadelo das taxas de juro da prestação da casa a aumentar, tentar direcionar a alguma poupança para os certificados de Aforro não é mal pensado. 

Assim que a maldita taxa começou a subir e a nova prestação do banco veio com a atualização (300€ mais cara) fizemos cá em casa alguma contas e fomos investir parte da nossa poupança nestes certificados, para que no final do ano, o “prejuízo” no nosso mealheiro não seja tão alto. 

Assim, se precisas de ajuda e tens perguntas, neste artigo irei responder a alguns tópicos mais importantes sobre este tema. Aqui poderás ter respostas sobre:

1. O que são Certificados de Aforro?
2. Qual é a taxa dos Certificados de Aforro?
3. Onde comprar Certificados de Aforro?
4. Os Certificados de Aforro são seguros?
5. Quais as principais características dos Certificados de Aforro?
6. Certificados de aforro simulador para o ano 2023

O que são Certificados de Aforro?

Criados no ano 1960, os Certificados de Aforro são um instrumento de dívida pública, com o objetivo de captar a poupança das famílias em Portugal. São colocados juntos dos aforradores particulares através de instituições bancárias, lojas dos CTT e Plataformas de investimento online como o aforro.net, um site de subscrição online próprio do tesouro português. 

Ao comprar um certificado de aforro, estás a emprestar dinheiro ao estado português, e por esse motivo, o risco associado a estes instrumentos de dívida é calculado consulte o risco econômico do país. Os certificados apenas poderão ser emitidos a favor de particulares e não podem ser transmitidos para outras pessoas, salvo em caso de falecimento do titular.

Qual é a taxa dos Certificados de Aforro?

A taxa de juro dos certificados é calculada com base numa fórmula que resulta no valor médio da taxa Euribor, acrescida de 1%. Esta taxa é calculada mensalmente tendo por base a data-valor do antepenúltimo dia útil do mês e nunca poderá ser inferior a 0% e superior a 3.5%. Os juros provenientes destes certificados, são capitalizados trimestralmente e são sujeitos a retenção na fonte em sede de IRS.

Onde comprar certificados de aforro?​

O pedido de emissão dos certificados de aforro Série E, pode ser feito através dos balcões das entidades oficiais estabelecidas para efeito contratadas pelo IGCP, E.P.E. Assim, os certificados poderão ser emitidos pelos CTT, nas lojas do Cidadão, em algumas instituições bancárias, como também através de plataformas online, no caso de já ser aderente ao serviço de emissão disponibilizado.

Para subscreveres estes produtos financeiros, terás obrigatoriamente de levar contigo o teu cartão de cidadão, um comprovativo de morada que poderá ser, por exemplo, a fatura da água ou luz, desde que esteja em teu nome, o teu comprovativo de IBAN onde queres associar os certificados, e um recibo de vencimento do teu trabalho, para comprovativo de profissão.

Após fazeres a tua inscrição, irás receber os dados para te registares na plataforma AforroNet, para consultas, gestão dos teus certificados ou até novas adesões de títulos.

Os certificados de aforro são seguros?

Por se tratar da compra de dívida do Estado português, estes produtos financeiros têm um risco muito baixo, uma vez que existe uma garantia de pagamento segura com juros acumulados. Outro fator que pode minimizar o risco destes produtos financeiros, é o facto de existir a possibilidade de levantar o dinheiro investido ao fim de um curto período de tempo, (mínimo de 3 meses) embora seja fixado um período de investimento de 10 anos.

Assim e só numa situação extrema, por exemplo, a falência do país ou até uma guerra é que este produto poderá estar em risco. Gostaria de dizer que ambos os cenários são bastante improváveis, mas depois de uma pandemia e também uma guerra na Europa, eu já fui mais otimista a este respeito…

Quais as principais características dos Certificados de Aforro?

Para comprar os certificados terá que investir no mínimo o montante de 100,00€ e um máximo de 250.000,00€. Como já referido anteriormente os juros são mensais e o pagamento dos mesmos é feito a cada 3 meses. Existe uma capitalização dos juros, o prazo máximo de subscrição é de 10 anos e o prazo mínimo são de 3 meses.

Uma vez que os juros são pagos trimestralmente, ao fazeres o levantamento do teu dinheiro antecipadamente, não são pagos os juros decorridos entre a data da última capitalização e a data do resgate. O resgate do total investido nos certificados de aforro não têm qualquer custo, e a única coisa que podes perder são os juros provenientes entre as datas de vencimento/capitalização e a data de levantamento.

Certificados de aforro simulador para 2023

É possível fazeres uma simulação de quantos é que poderás receber por este serviço no site da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública de Portugal

Certificados de Aforro